Museus e Monumentos

Museus e Monumentos

Forte de São João do Arade ou Castelo de Ferragudo, Algarve em todos estes séculos, foi um dos guardiões da entrada do Rio Arade

Ver artigo

Forte de São João do Arade ou Castelo de Ferragudo, Lagoa, Algarve em todos estes séculos, foi um dos guardiões da entrada do Rio Arade e, se falasse, muitas coisas teria para nos contar. Não tendo voz, deixa-nos, no entanto, a possibilidade de dar largas à nossa imaginação e recordarmos por ele o que por ali se passou.

É um monumento classificado, embora propriedade de particulares foi, objecto de obras de recuperação e ficou de cara lavada. É um pequeno forte cujos primórdios remontam aos finais do sec. XV, um dos emblemas da nossa linda vizinha Vila de Ferragudo e está sempre disponível a quem o olha da margem direita do nosso rio comum - o Arade.

Sobranceiro a terras de Espanha, em posição dominante na serra Amarela ergue-se o Castelo de Lindoso

Ver artigo

O Castelo de Lindoso localiza-se, na freguesia e lugar de Lindoso, concelho de Ponte da Barca, distrito de Viana do Castelo, em Portugal. Sobranceiro a terras de Espanha, em posição dominante na serra Amarela, sobre a margem esquerda do rio Lima, este castelo foi erguido de raiz, na Idade Média, com a função de vigia, defesa e marco de soberania da fronteira. Embora não tenha estado envolvido em grandes batalhas ou episódios de história militar, é considerado como um dos mais importantes monumentos militares portugueses, pelas novidades técnicas e arquitetônicas que ensaiou, à época, no país.

O Castelo de Lindoso é um dos mais importantes monumentos militares portugueses, pela sua localização estratégica (tutelar sobre o curso do rio Lima junto à fronteira com Espanha, numa linha interior entre as serras da Peneda e do Gerês), mas também pelas novidades técnicas e estilísticas que a sua construção introduziu no panorama da arquitectura militar portuguesa medieval.

A Torre de Belém é um dos monumentos mais expressivos da cidade de Lisboa

Ver artigo

A Torre de Belém é um dos monumentos mais expressivos da cidade de Lisboa. Localiza-se na margem direita do rio Tejo, onde existiu outrora a praia de Belém. Inicialmente cercada pelas águas em todo o seu perímetro, progressivamente foi envolvida pela praia, até se incorporar hoje à terra firme.

O monumento destaca-se pelo nacionalismo implícito, visto que é todo rodeado por decorações do Brasão de armas de Portugal, incluindo inscrições de cruzes da Ordem de Cristo nas janelas de baluarte; tais características remetem principalmente à arquitetura típica de uma época em que o país era uma potência global (a do início da Idade Moderna).

Descubra o Palácio Nacional e Convento de Mafra. O mais sumptuoso convento e monumento barroco português

Ver artigo

Mandado edificar por D. João V em 1711, é o mais sumptuoso convento e monumento barroco português. É o paradigma do reinado mais rico da história de Portugal, graças ao ouro vindo do Brasil. O monumento insere-se no denominado barroco joanino, e é inspirado no modelo espanhol e filipino de S. Lourenço do Escorial, numa articulação harmoniosa de três componentes distintas: palácio real, convento e igreja.

Classificado como Monumento Nacional em 1910, foi um dos finalistas para uma das Sete Maravilhas de Portugal, em 2007.

Descubra a Casa Museu Aldeia Típica de José Franco no Sobreiro, Mafra

Ver artigo

Esta famosa a sua aldeia em miniatura construída pelo escultor e oleiro José Franco, faz as delícias não só dos adultos, mas sobretudo da criançada. Representa as ocupações típicas do Portugal de antigamente em cenários em miniatura, com os respectivos instrumentos de trabalho, constituindo-se em um verdadeiro museu etnográfico.

Situada na aldeia de Sobreiro, a meio caminho entre Mafra e a Ericeira, esta aldeia de brincar tem como grande atracção as miniaturas de cenas rurais com bonecos animados, movidos a electricidade ou a água. É com interesse que a podemos observar e apreciar toda aquela vida motivada pelo "mexer" das figuras humanas, desempenhando inúmeras tarefas do dia a dia das actividades campesinas. Há, ainda, reproduções de casas rurais e seus interiores do início do século XX.

A Serra da Estrela é como um museu vivo dos caprichos da Natureza como é exemplo a Cabeça do Velho

Ver artigo

A Serra da Estrela é como um museu vivo dos caprichos da Natureza. A atestá-lo estão as formações rochosas com a Cabeça do Velho em que o granito e a erosão criaram sugestivas “obras de arte”. As formações graníticas erguem-se por toda a Serra. Prados de fofa erva atapetam os vales, onde correm ribeiros e rios. Aqui e além o dorso branco das ovelhas.

Pássaros chilreiam nas ramarias de salgueiros e carvalhos. O sol recorta as sombras e as formas, mergulhando a paisagem numa poalha luminosa feita de mil reflexos. É assim a Serra da Estrela nos meses de calor, estimulante cenário para passeios enchendo os pulmões de ozono, apreciando a Natureza.